Bibliotecas Digitais/Prefácio

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Em julho de 1945, o Diretor do Departamento de Pesquisa e Desenvolvimento Científico dos EUA, Dr. Vannevar Bush [1890–1974], criou um protótipo de uma máquina de leitura, muito próxima do modelo de eBook que conhecemos hoje, batizada de MEMEX (Memory Extesion). Esta máquina, trazia o conceito do acesso a uma teia com servidores de conteúdo informacional interligada e Bush considerava ser a biblioteca universal do futuro.

Em 1998 essa ideia se tornou realidade. Duas empresas da da área editorial, a SoftBook Press e a NuvoMedia Inc., lançaram respectivamente seus produtos SoftBook Reader e o Rocket eBook, dois dispositivos eletrônicos portáteis capazes de armazenar até 5000 páginas que incluíam textos, gráficos e figuras, ou seja, uma verdadeira biblioteca digital.

Com o surgimento de novos métodos de escrita digital, a expansão da capacidade de armazenamento dos dispositivos e o aumento da velocidade de internet, os eBooks democratizaram o acesso a leitura num nível mais abrangente até, por muitas vezes, ser uma forma bem mais barata de conseguir o material desejado.