Audiodescrição de obras do Museu do Ipiranga/Q52301957

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Estação da Luz, 1880

Estação da Luz, 1880
 
Ficha catalográfica

Título: Estação da Luz, 1880
Identificador no Wikidata: Q52301957
Categoria no Wikimedia Commons: Category:Estação da Luz, 1880
Artigo na Wikipédia: Estação da Luz, 1880
Número de inventário: 1-19011-0000-0000
Criador(a): Benedito Calixto
Data: século XX
Coleção: Coleção Fundo Museu Paulista, Coleção Museu Paulista
Instância de: pintura
Material utilizado: tinta a óleo, tela
Altura: 49,5 centímetros
Largura: 60,5 centímetros
Localização: Museu Paulista
País de origem: Brasil
País: Brasil
Gênero artístico: pintura histórica
Retrata: nuvem, século XX, São Paulo, transporte, ferrovia, trem, carroça, carruagem, pessoa, estação ferroviária, céu, meio de transporte, Estação da Luz
Google Arts & Culture ID: 3wE-e1k2Z5J_Og
Situação dos direitos autorais: domínio público

 
Audiodescrição

Edite a audiodescrição
Estação da Luz, 1880 é um óleo sobre tela, que conta com 49,5 centímetros de altura por 60,5 centímetros de largura. A pintura retrata um prédio amarelo de dois andares, parcialmente inclinado para a direita, uma rua movimentada e um céu azul com algumas nuvens.

No meio da obra, encontra-se o edifício da Estação da Luz que, horizontalmente, é subdividido em três partes. A sua parte do meio está localizada levemente mais para trás e mais para baixo do que as outras duas, as quais parecem torres. O teto de ambas é quadrado.

A parte central conta com um teto vermelho um pouco inclinado, além de três janelas semiabertas no andar de cima. Pela janela do meio sai um bastão que sobe além da altura do prédio, mas não conta com uma bandeira. Na primeira janela, uma pessoa observa a rua.

No andar de baixo, existem duas portas e uma janela fechada até o meio. Na primeira porta estão duas pessoas e, na segunda, mais uma figura. Esses elementos são sombreados por um toldo vermelho, que corta o meio do prédio. Ainda na frente do edifício, estão três degraus e três pessoas

As torres laterais contam com quatro janelas cada uma na parte da frente (duas em cima e duas em baixo). No caso da primeira torre, duas janelas encontram-se na parte lateral superior.

Do lado direito do prédio, encontra-se uma mureta e, atrás dela, um trem deixa a estação, soltando uma fumaça cinza. Do lado do veículo, localiza-se uma casa laranja térrea com algumas janelas e ainda mais atrás um sobrado branco, com várias janelas.

Já do lado esquerdo do prédio da estação, localiza-se um anexo de um andar. Ele também é amarelo e conta com um teto vermelho, muito parecido com o toldo, além de duas portas verdes, uma fechada e outra semiaberta. Na sua frente estão três pessoas.

Na rua, em frente aos prédios, estão três veículos indo da esquerda para a direita da tela. O primeiro é uma carroça vazia, puxada por um cavalo. A segunda, uma carruagem aberta, com um condutor e um cavalo. A terceira também é uma carruagem, mas apenas sua traseira aparece, já no limite da tela. Em frente aos veículos, encontra-se uma linha de bonde.