Audiodescrição de obras do Museu do Ipiranga/Q51099457

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Vista parcial do Vale do Anhangabaú. São Paulo/SP

Vista parcial do Vale do Anhangabaú. São Paulo/SP
 
Ficha catalográfica

Título: Vista parcial do Vale do Anhangabaú. São Paulo/SP
Identificador no Wikidata: Q51099457
Número de inventário: 1-22236-0000-0000
Criador(a): Werner Haberkorn
Coleção: Coleção Museu Paulista
Instância de: fotografia, cartão postal
Material utilizado: papel, gelatina bromuro
Altura: 5,2 centímetros
Largura: 12,8 centímetros
Localização: Museu Paulista
País de origem: Brasil
Tema principal: Vale do Anhangabaú, São Paulo
Retrata: Vale do Anhangabaú, Edifício do Banco do Brasil, Edifício Martinelli, Palacetes Prates, Edifício Conde de Prates, Edifício Matarazzo, Hotel São Paulo Inn, Edifício Brasilar, Viaduto do Chá, CBI Esplanada, Palácio dos Correios, passagem de nível, Buraco do Ademar, São Paulo, século XX, Zona Central de São Paulo, vale, viaduto, automóvel, ônibus, parada de ônibus, Correios, construção, Banco do Brasil, Passagem de nível do Vale do Anhangabaú

 
Audiodescrição

Edite a audiodescrição
Fotografia antiga em preto e branco tirada pelo engenheiro, empresário e fotógrafo alemão radicado no Brasil, Werner Haberkorn (1907-1997). A imagem possui 18,2 centímetros de altura por 11,5 centímetros de largura. Impressa em papel, apresenta vista de parte do Vale Anhangabaú, região central da capital paulista.

A foto foi tirada em um dia de céu claro, sem nuvens.

No lado esquerdo, parte do Edifício Conde Luiz Eduardo Matarazzo. A edificação aparece em branco e tem 14 andares. Inaugurada em 1939, é também conhecida como Palácio do Anhangabaú.

Ao fundo, localizados à Rua Libero Badaró, há edifícios comerciais e residenciais com alturas variadas. Todos estão pintados em cores claras e possuem grandes janelas de vidro. Por conta do ângulo da foto e das sombras, as janelas aparecem como quadrados escuros.

O mais alto, localizado ao centro, possui 22 andares. No último andar, vê-se, em letras de forma, o letreiro Companhia Paulista de Seguros.

Ao lado dos edifícios, à direita, na parte inferior, há lojas, árvores, postes, pessoas na calçada e carros antigos estacionados em 45 graus.

Na parte inferior da imagem uma calçada coberta e pessoas andam embaixo desta cobertura.

À frente, três pistas da Avenida Nove de Julho. Carros e um ônibus trafegam nas pistas. O ônibus está no lado inferior direito da foto e tem duas cores. A metade superior aparece em branco e a de baixo, em cor escura.


Audiodescritora Roteirista – Denise Aleluia

Consultoria em Audiodescrição – Luciane Molina