Astronomia mirim/Marte

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Mars symbol.svg Fatos sobre Marte:

  • Marte é vermelho por causa da poeira na superfície das pedras.
  • A montanha mais alta do Sistema Solar é chamada Monte Olimpo e é um vulcão em Marte
  • Marte tem gelo nos polos, assim como a Terra
  • Marte tem leitos antigos de rios, onde, os cientistas acham que água líquida corria, há milhões ou bilhões de anos atrás.
  • A cratera Tooting em Marte recebeu esse nome por causa de um subúrbio de Londres.


Marte é o quarto planeta a partir do Sol. Ele chamado de um planeta terrestre porque sua crosta é feita de rochas, assim como a Terra.

Qual é o tamanho do planeta?[editar | editar código-fonte]

Comparação entre o tamanho de Marte e da Terra



Marte é o segundo menor dos oito maiores planetas do Sistema Solar. Apenas Mercúrio é menor do que ele.

Ele possui mais ou menos 7,000 kms de largura; justamente a metade da largura da Terra.

Uma vez que a Terra está coberta de água, a superfície total de Marte seria tão grande quanto toda a terra da Terra.

Em tese seria possível abrigar colônias de seres humanos num tempo futuro.


Como é a superfície de Marte?[editar | editar código-fonte]

vista de Marte pela sonda Spirit

A superfície de Marte é muito parecida com um deserto da Terra; é muito seco e poeirento, mas também é muito frio. Há muitas rochas espalhadas e dunas de areia fina.

Crateras causadas pelos impactos (com outros corpos celestes) marcam a superfície de Marte, mas não tanto quanto a superfície da Lua.

Uma das crateras é a enorme Hellas Planitia. Ela tem cerca de metade do tamanho da porção continental dos Estados Unidos. A metade mais ao sul do planeta tem mais crateras do que a metade ao norte. No sul, também o solo é mais elevado.

O Monte Olimpo visto de cima. A maior montanha do Sistema Solar.

Há uma área em Marte, chamada Tharsis Bulge que é um enorme platô vulcânico. Ali estão quatro imensos vulcões, que não estão ativos desde milhões de anos. O maior deles é chamado Monte Olimpo, tem 27 kms. de altura, o que faz dele a maior montanha do Sistema Solar; Ele é mais de três vezes mais alto que o Monte Everest aqui na Terra.

Marte também tem um enorme Canyon chamado Valles Marineris que é muito maior que o Grand Canyon na Terra.

Assim como na Terra, Marte possui calotas de gelo nos pólos. Porém elas são compostas de dióxido de carbono congelado junto com gelo. Durante o inverno Marciano, em cada polo, a calota aumenta quando o dióxido de carbono da atmosfera congela. A calota diminui quando é verão em Marte. Assim como na Terra, quando é inverno num dos polos, é verão no outro.

Há uma atmosfera em Marte, mas muito leve. Também há muito mais dióxido de carbono do que oxigênio. É por isso que precisaríamos de trajes espaciais para visitar Marte. A atmosfera ajuda a proteger o planeta dos meteoritos menores.

Quando Marte chega mais próximo do Sol, a atmosfera pode criar tempestades de poeira. Algumas dessas tempestades são gigantescas e podem cobrir todo o planeta de nuvens de poeira. Tempestades de poeira em Marte podem durar por centenas de dias, com ventos alcançando mais de 200 kms. por hora. Imensas tempestades assim, já foram vistas da Terra através de telescópios.


Quanto tempo leva um dia em Marte?[editar | editar código-fonte]

Um dia em Marte tem apenas 39 minutos e 35 segundos a mais do que na Terra, já o ano em Marte, é quase duas vezes o ano na Terra, são 687 dias terrestres.

Bem parecido com a Terra, o eixo de rotação de Marte é inclinado, isso permite que o planeta tenha estações, enquanto viaja ao redor do Sol.

O verão ocorre na metade do planeta que está virada para o Sol enquanto é inverno do outro lado. Quando passa meio ano marciano, as estações revertem. Portanto, essas estações duram duas vezes mais do que na Terra.

De que Marte é feito?[editar | editar código-fonte]

o interior de Marte

A parte externa, a superfície rochosa de Marte, é chamada crosta. A maior parte da crosta é feita de basalto, um tipo de rocha feita de lava fria e dura.

Como na Terra, Marte tem uma camada de rochas abaixo da crosta chamada de manto. O manto é muito mais quente do que a crosta e tem pedras parcialmente derretidas.

Porém, a crosta de Marte ficou mais grossa, de modo que a lava do manto, não chega mais à superfície. Há vulcões em Marte sim, mas eles não estão mais ativos.

No centro de Marte há um núcleo feito de metais como ferro e níquel.

Se Marte fosse do mesmo tamanho da Terra, o núcleo de Marte seria menor do que o da Terra. Portanto, uma grande parte de Marte é feita de rochas e porque as rochas são mais leves que os metais do núcleo, Marte tem menos densidade do que a Terra.

Quanto você pesaria em Marte?[editar | editar código-fonte]

Marte em detalhes

Se você estivesse em Marte, seria mais leve, por exemplo, se uma pessoa pesa 68 quilos na Terra, ela teria 26 quilos em Marte.

Você poderia erguer objetos que na Terra pesariam três vezes mais, com facilidade. Você poderia pular três vezes mais alto em Marte do que na Terra e demoraria muito mais tempo para cair no chão. Imagine um jogo de basquete em Marte?

Mesmo que pareça que você poderia ter poderes de um super herói em Marte, há coisas impossíveis de fazer. Ainda que uma rocha grande possa pesar menos e você possa erguê-la, ela ainda terá a mesma massa. Caso você tentasse pegá-la, ela derrubaria você, e se caísse em cima de você, o esmagaria.

Quem descobriu Marte e quem deu nome a Marte?[editar | editar código-fonte]

Ninguém sabe, mas os registros mais antigos vem dos egípcios, mais de 4000 anos atrás, que anotaram os movimentos de Marte. Na tumba do faraó Seti I vemos o desenho de Marte no teto. Os babilônios, os chineses e os gregos também estudaram Marte há mais de 3000 anos atrás.

Os gregos aprenderam sobre Marte com os babilônios e estes chamavam Marte de Nergal, que era o deus da guerra deles. Então, os gregos passaram a chamar Marte de Ares, seu próprio deus da guerra.

Na mitologia romana, Marte era o deus da guerra e da agricultura. O planeta Marte foi assim chamado porque sua aparência é vermelha como o sangue, por causa das rochas de sua superfície.


Exploração[editar | editar código-fonte]

As tentativas de explorar Marte, começaram em 1960, com a Mars 1. Ela falhou assim como diversas outras missões feitas pela União Soviética em 1960.

A primeira missão a ter sucesso foi a norte americana Mariner 4 em 1964. A maioria das outras missões Mariner também foram bem sucedidas. A última missão Mariner foi a de número 9, que pousou em meio a uma tempestade de poeira.

De qualquer maneira, essas missões eram sondas, a primeira espaçonave a pousar em Marte foi a Viking 1 em 1976. A Viking 2 pousou 19 dias depois e juntas elas tiraram ótimas fotografias da superfície de Marte.

fotografia feita pela Curiosity, solo de Marte

Muito além de todas essas missões, tivemos: Pathfinder, Mars Global Surveyor, Mars Odyssey e Mars Express, e muitas descobertas ainda não foram feitas.

O mais novo explorador, o robô Curiosity da Agência Espacial Americana (Nasa) encontrou novos indícios de que alguma vez houve água em Marte.


O Curiosity, que aterrissou em agosto de 2012 na cratera Gale do planeta vermelho equipado com instrumentos de alta tecnologia, tirou fotos de vários pedregulhos de superfície lisa e redonda, muito similares aos vistos nos leitos dos rios da Terra.

Mais de 515 pedras foram examinadas, é até bastante para afirmar que elas pareciam com as pedras que ficam dentro dos rios, aqui na Terra. Nos nossos rios, tem muitas pedras bem lisinhas e meio redondas que chamamos de seixos rolados, porque elas viajam dentro dos rios e vão ficando polidas. Muito provavelmente, em Marte elas viajaram também dentro de rios que existiram ali.


O planeta Marte sempre foi motivo de curiosidade aqui na Terra. A pergunta desde a antiguidade foi: será que tem vida em Marte? Qualquer tipo de vida. Então, reproduzimos aqui, parte da entrevista coletiva da NASA em 28/09/2015.


  • A Nasa afirmou nesta segunda-feira que Marte possui córregos de água salgada durante o verão. A informação pode mudar as discussões sobre se existe vida no planeta.
  • Os pesquisadores disseram que é possível haver um ciclo completo da água como o do planeta Terra. Eles lembraram a descoberta feita com auxílio do Curiosity de que há bilhões de anos havia grandes quantidades de água no planeta, indicando que também haveria chuva.
  • Os próximos desafios, segundo os cientistas, são: descobrir outras regiões que podem ter água; descobrir exatamente de onde a água veio.
  • Os pesquisadores afirmaram que a melhor forma de avançar na pergunta sobre se existe vida em Marte será com as amostras a serem coletadas em 2020.
Agora é esperar para descobrir.



Referências[editar | editar código-fonte]

  • Steven W. Squyres, ''Mars, World Book Online Reference Center, World Book, Inc., 2004. [1] [2]
  • "a terrestrialplanet" [3]
  • "How big is the planet?" [4] [5]
  • "How long is a day on this planet?" [6] [7]
  • "What is it made of?" Steven W. Squyres, ibid.