As fotografias de Guilherme Gaensly no acervo do Museu Paulista/A Coleção Guilherme Gaensly do Museu Paulista e a Iniciativa Wikipédia

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
A Coleção Guilherme Gaensly do Museu Paulista e a Iniciativa Wikipédia


Não existe registro fotográfico de Guilherme Gaensly. No canto direito de Lembrança de São Paulo - Avenida Paulista, aparecem o chapéu e o guarda-chuva do fotógrafo.

Este livro reúne parte da obra de um dos pioneiros mais importantes da fotografia do Brasil: Guilherme Gaensly.

Ficou conhecido por ter registrado o período da imigração europeia, em especial a italiana, no Brasil, sendo ele mesmo de origem estrangeira. Guilherme Gaensly nasceu na Suíça em 1843, emigrando com sua família protestante aos 5 anos de idade para a cidade de Salvador, na Bahia. Lá, cresceu e começou os seus trabalhos como fotógrafo, em especial realizando retratos. Consolidou um estúdio de fotografias em 1888 chamado Photographia Gaensly & Lindemann, no Largo Castro Alves, tendo o seu cunhado como sócio. Na época, Gaensly já demonstrava interesse e aptidão para a fotografia de paisagens, tendo o primeiro momento de sua carreira marcado pela produção de imagens de cunho bucólico.

A temática de sua obra muda quando o fotógrafo se transfere para São Paulo aos 55 anos de idade, em 1894, momento no qual a cidade passa por uma rápida e expressiva expansão e desenvolvimento urbano. Gaensly abriu um estúdio no centro efervescente da cidade, na rua 15 de Novembro, ainda em parceria com Lindemann.

A sua obra retrata temas como o surgimento de bondes elétricos na cidade, a expansão do comércio na região central da cidade, com os registros do Largo da Sé, Rua 15 de Novembro, Estação da Luz, o desenvolvimento da Avenida Paulista, além de edifícios públicos, teatros, palacetes e escolas, com uma estética que destaca a potência urbana, optando por não capturar a configuração etnográfica dos espaços. Também encontramos registros de regiões adjacentes da cidade, como Santos, e visões da vida interiorana paulista, com destaque para a atividade cafeicultora.

A partir de 1899, ao ser contratado como fotógrafo oficial pela São Paulo Tramway, Light and Power Company, Gaensly obteve um canal frutífero de quase 25 anos para produção de suas fotografias e registrou de forma imponente edifícios e obras da companhia que marcaram o desenvolvimento paulista.

Gaensly participou de importantes exposições fotográficas, como a Exposição de História do Brasil de 1881 no Rio de Janeiro, a Exposição Universal de Paris em 1889 e da The Louisiana Purchase Exposition em 1904, em Saint Louis.

Lembrança de São Paulo - Estação da Luz

O caráter internacional de sua obra também se estende à sua produção de fotografias para cartões postais de São Paulo, que acabaram por colaborar com a consolidação de um imaginário sobre o estado paulista caracterizado pela sua modernidade e riqueza. Gaensly é considerado o fotógrafo com maior circulação de fotografias nesta mídia no Brasil e teve álbuns impressos com suas obras comercializados na Suíça.

O Museu Paulista, conhecido também como Museu do Ipiranga, é responsável pela guarda da Coleção Guilherme Gaensly, que contém centenas de fotografias e cartões postais assinados pelo fotógrafo, trazidas inicialmente por Hermann von Ihering, diretor do museu entre 1895 e 1916.

Neste livro, o leitor encontrará fotografias e cartões-postais de Guilherme Gaensly disponibilizadas sob licença livre nas plataformas Wikimedia. São 140 imagens que retratam a cidade e o estado de São Paulo, no momento de modernização da cidade e ainda com a importância das plantações de café, fotografias do prédio do Museu Paulista e retratos que o fotógrafo realizou em seu estúdio. A coleção abriga importantes cartões postais que marcaram a obra de Gaensly, como Lembrança de São Paulo - Avenida Paulista e Lembrança de São Paulo - Estação da Luz.

Além desta introdução, este livro conta sete seções e um posfácio. As seções agrupam fotografias sobre o Museu Paulista, Edifícios e construções, A cidade de São Paulo, O Centro de São Paulo, A Estação e Parque da Luz, O Estado de São Paulo e Retratos. O posfácio apresenta a metodologia de redação desta obra, um livro semântico colaborativo.

Boa leitura e navegação pelo primeiro wikilivro semântico dos projetos Wikimedia!