Arquitetura entre Sistemas Operativos/Funções de um Sistema Operativo

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

O Sistema Operativo é a primeira camada de software que faz o sistema informático funcionar.

Uma das principais funções é controlar e gerir os recursos de hardware, ou seja, gerir todo o trabalho do processador, gerir a utilização da memória, controlar a interacção com os periféricos e controlar as diversas solicitações dos programas em relação aos recursos do sistema.

Outra função principal é actuar como interface gráfica ou intermediário entre o hardware e o utilizador ou os seus programas de aplicação, isto é, "esconde" o verdadeiro hardware do utilizador, apresentado uma máquina muito mais simples e prática de usar.

Executar programas também é uma das principais funções. É necessário realizar um conjunto de tarefas para a execução de um programa. Instruções e dados têm de ser carregados em memória, dispositivos de Entrada/Saída têm que ser inicializados.

Isto traz ao assunto outra função do sistema operativo, o acesso a dispositivos de I/O(Entrada/Saída): cada dispositivo de I/O tem o seu conjunto de instruções, sinais de controlo e operação. O Sistema Operativo torna mais "transparente" as particularidades dos vários periféricos.

O SO também tem acesso controlado a ficheiros, ou seja, no caso dos ficheiros, para além da natureza de I/O, o Sistema Operativo deve permitir ler ficheiros em variados formatos e protegê-los de acordo com tipo de acesso permitido aos vários utilizadores.

O Sistema Operativo também é capaz de criar programas, disponibilizando facilidades e serviços, como editores, que se encontram na forma de utilitários, estes não fazem verdadeiramente parte do SO.

Concluindo, o Sistema Operativo é o que "transforma" uma série de hardware num computador prático e usável, simples e útil.