Análise de balanços/Introdução/Referencial teórico básico/Demonstrações contábeis/Balanço Patrimonial

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Searchtool.svg Este módulo precisa ser revisado por alguém que conheça o assunto (discuta).

O Balanço Patrimonial é uma demonstração contábil obrigatório por lei, que evidencia, resumidamente, de forma qualitativa e quantitativa a situação patrimonial e financeira de uma entidade. [1]

Resumo Prático:

Demonstração Contábil

Objetivo da análise

BALANÇO PATRIMONIAL

Verificar a situação financeira da empresa e entender de onde vem os recurso e onde estão sendo aplicados  

Representação Gráfica[editar | editar código-fonte]

O Balanço Patrimonial reflete a posição financeira em determinado momento de uma empresa, sendo constituído apenas de duas colunas: a coluna do lado direito (Passivo) e a coluna do lado esquerdo (Ativo).

BALANÇO PATRIMONIAL

ATIVO

PASSIVO

LADO ESQUERDO

LADO DIREITO

Agrupamento das contas no Balanço Patrimonial[editar | editar código-fonte]

No Balanço Patrimonial as contas são agrupadas e sub-totalizadas de modo a facilitar o entendimento e a melhor análise da situação patrimonial e financeira da companhia conforme pré disposto no artigo 178 da Lei 11.638 de 28 de dezembro de 2007[2]:

  • Agrupamento e disposição das contas no Ativo:

No Ativo as contas serão dispostas em ordem decrescente de grau de liquidez, dos elementos nela registrados, nos seguintes grupos (§ 1º do artigo 178 e artigo 179):

a)     Ativo Circulante, dividido em disponibilidades, direitos (valores a realizar ou créditos) e as despesas pagas antecipadamente, com prazo de realização de até doze meses.

b)     Ativo Não Circulante, dividido em Realizável a Longo Prazo, Investimentos, Imobilizado, Intangível e Diferido.

Observação: Liquidez é a capacidade dos bens ou direitos serem convertidos em dinheiro. Assim, serão dispostas, em primeiro lugar, as contas de mais fácil conversibilidade (maior liquidez).

  • Agrupamento e disposição das contas no Passivo:

No Passivo as contas serão dispostas em ordem decrescente de grau de exigibilidade, dos elementos nela registrados, nos seguintes grupos (§ 2º do artigo 178 e artigo 180):

a)     Passivo Circulante, contemplando as obrigações, os encargos e riscos, determinados ou estimados, os adiantamentos de clientes e demais recebimentos antecipados, vencíveis no prazo de até doze meses.

b)     Passivo Não Circulante, dividido em Exigível a Longo Prazo, Resultados Não Realizados e, no balanço consolidado, Participação de acionistas não controladores.

§3º) No Patrimônio Líquido as contas serão divididas em Capital Social, Reservas de Capital, Ajustes de Avaliação patrimonial, Reservas de Lucros, Ações em Tesouraria e Prejuízos Acumulados.

Observação: Exigibilidade é a exigência de pagamento. Assim, serão dispostas, em primeiro lugar, as contas que têm prioridade de pagamento (as mais exigíveis, com menor prazo de pagamento).  

OBSERVAÇÕES IMPORTANTES A RESPEITO DE CURTO E LONGO PRAZO NA CONTABILIDADE:

  • Curto Prazo do Ativo: valores realizáveis (conversíveis em dinheiro) no curso do exercício social seguinte ao da data do Balanço (costuma-se dizer até um ano da data do balanço).
  • Longo Prazo do Ativo: valores realizáveis após o término do exercício seguinte ao da data do Balanço (costuma-se dizer ‘após um ano da data do balanço’).
  • Curto Prazo do Passivo: valores exigíveis (tem que ser pagos) no curso do exercício social seguinte ao da data do Balanço (costuma-se dizer ‘até um ano da data do balanço’).
  • Longo Prazo do Passivo: valores exigíveis após o término do exercício seguinte ao da data do Balanço (costuma-se dizer ‘após um ano da data do balanço’).


A seguir, modelos da estrutura de Balanço Patrimonial, conforme alterações na lei das sociedades por ações (Lei 6.404/76)[3].

    A) Modelo simplificado da estrutura do Balanço Patrimonial

BALANÇO PATRIMONIAL

ATIVO

PASSIVO

CIRCULANTE

 

CIRCULANTE

 

.

 

.

 

.

.

.

 

.

 

Total do Circulante

Total do Circulante

NÃO CIRCULANTE

NÃO CIRCULANTE

.

 

.

.

.

.

 

.

 

.

Total do Não Circulante

.

 

PATRIMÔNIO LÍQUIDO

 

.

 

.

.

.

Total do Não Circulante

 

Total do Patrimônio Líquido

 

TOTAL DO ATIVO

 

TOTAL DO PASSIVO

 

   

  1. http://www.tax-contabilidade.com.br/matTecs/matTecsIndex.php?idMatTec=323
  2. http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2007/lei/l11638.htm
  3. http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L6404compilada.htm