A evolução tecnológica/Introdução

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Ir para: navegação, pesquisa


Introdução[editar | editar código-fonte]

A Evolução Tecnológica é algo que sempre esteve presente na vida do homem. Abrange desde os primórdios até, e principalmente, os dias atuais. Cada vez aumenta mais sua relação com o homem, e cada vez aumenta mais seu ritmo de evolução.

Tecnologias são, de uma maneira geral, todas as criações feitas pelo homem, para ampliar sua atuação no planeta e simplificar o modo de vida. Abrange, por exemplo, desde simples ferramentas até complexos aparelhos para se explorar o universo. Compreende coisas simples, que se tornaram fundamentais no cotidiano, como também instrumentos mais complexos indispensáveis a certos ramos profissionais.

O desenvolvimento do wikilivro tem como objetivo específico mostrar a utilidade dos instrumentos e seus aperfeiçoamentos, que compreende uma complexa evolução. Será algo detalhado do desenvolvimento, de modo geral, não se aprofundando em todas as evoluções, devido à imensidão que esse tema abrange.

Este wikilivro pretende responder à seguinte pergunta: Como ocorre a evolução tecnológica? Porém podemos deduzir a resposta antecipadamente à leitura do wikilivro: esses fatores devem-se a acontecimentos espontâneos ou, e principalmente, às necessidades do homem, exigindo a criação de novos objetos. Esses fatores para a evolução tecnológica mudam em relação a determinados períodos da história, assim a estrutura do texto será dividida em determinados períodos da História, sendo que cada um apresenta fatores diferentes à evolução da tecnologia.

Síntese dos capítulos[editar | editar código-fonte]

  • No Capítulo 1 (Pré-história), será apresentada a tecnologia a partir de sua existência: a partir de tempos remotos. Começou com simples instrumentos de pedra, muito rudimentares, que serviam como instrumentos de corte, estes ajudaram os hominídeos a obterem seus alimentos (subsistência de caça e pesca); e depois descobriu-se como fazer fogo. Depois parte para uma significativa evolução, onde começam a praticar agricultura, desenvolvem técnicas agrícolas, melhoram os instrumentos de corte (ficam mais afiados, pois agora são polidos), passando assim a se sedentarizarem.
  • O Capítulo 2 (Antiguidade) compreende a ascensão de grandes civilizações (como civilizações mesopotâmicas e egípcias), o qual permitiu uma grande evolução da agricultura: criação do arado, que se torna um instrumento fundamental. Desenvolvem-se novos materiais, como os tijolos, ladrilhos; e, principalmente, o cobre e o bronze, acarretando o desenvolvimento de novas técnicas de construção; outro material é o ferro forjado, um novo material que poderia ser moldado, desde que submetido a uma temperatura elevada, implicando no aperfeiçoamento da fornalha. Desenvolvem-se a engenharia hidráulica (canais de irrigação), o transporte (carruagens puxadas a cavalo, estradas pavimentadas) e armamentos (aperfeiçoamento de armas, criação da catapulta e da armadura, e carros de guerra).
  • No Capítulo 3 (Idade Média), será mostrado que nessa época houve grande contribuição para a agricultura. Assim, aperfeiçoam-se instrumentos com o desenvolvimento do arado pesado, do arreio, e de moinhos d’água. As técnicas de construção são aperfeiçoadas através do arco gótico. Assim, o final desta época é marcado pela criação da tipografia e pela propagação da escrita.
  • No Capítulo 4 (Idade Moderna), serão mostrado os grandes avanços do transporte náutico — principalmente com a criação da caravela — e a criação da Máquina a Vapor. Foram também inventados novos instrumentos para a navegação. As armas são bastante aperfeiçoadas, passando a ter maior potência e eficiência, além de terem um custo menor.
  • No Capítulo 5 (Idade Contemporânea) é demonstrado a razão pela qual essa época é denominada a Era das Invenções: processo evolutivo em um ritmo bastante acelerado, e inventos que a tecnologia teve desde o começo desta Era até os dias de hoje. Começa inicialmente na Inglaterra, pois foi o país precursor e iniciador da Revolução Industrial. Inicialmente houve grande desenvolvimento na mecânica e vias férreas, e assim na construção de locomotivas e barcos a vapor. Muitos cientistas tornaram-se inventores. Aperfeiçoa-se a indústria têxtil; o aço substitui o ferro; aprimoram-se os instrumentos agrícolas; etc. Constitui assim grande centros industriais, localizados nas cidades. Além disso, ocorre o desenvolvimento das comunicações; das ondas de rádio; da ampliação do uso da eletricidade; da invenção da Máquina de Combustão Interna, que permitiu o desenvolvimento do automóvel, e assim da maior procura pelo petróleo. Após o século XX, ocorreu a invenção das naves espaciais e o desenvolvimento do computador eletrônico — que apesar de já existir desde a Segunda Guerra Mundial, só evoluiu realmente com a invenção dos chips, sendo aplicados nos mais diversos setores. E mais recentemente, vieram a Internet e os telefones celulares. E também existem aqueles tipos de tecnologia que foram criadas há pouco tempo, mas que são de grande utilidade para muitos, tanto em empresas, como em vida social e diversão, são elas: os tabletes, os smartphones entre outros.