Matias Aires/Problema de arquitetura civil (Parte I)

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

O Problema de Arquitetura Civil, a saber: Porque os edifícios antigos têm mais duração e resistem mais ao tremor de terra que os modernos? foi publicado postumamente em 1770, pelo filho de Matias: Manuel Ignácio Ramos da Silva Eça, que ficou famoso desde então. Nesse contexto, a irmã de Matias, Teresa Margarida da Silva e Orta que afastara-se do irmão, reataria com ele sua amizade após a morte do marido. Assim, eles moraram juntos em São Francisco de Borja até a morte de Matias, em 1763. Após seu falecimento Teresa e Manuel entraram numa disputa judicial pelos bens de Matias, acumulados também pelas publicações.

No Problema de arquitetura civil, Matias Aires apresenta que, se as causas do terremoto não são investigadas — sua ocorrência é um desígnio da natureza e diz respeito à Verdade Providencial —, pode-se, ao menos, pesquisar os motivos de os edifícios tombarem, e é a isso que ele se dedica. Encontra, sim, essa causa nos homens, mas não na moralidade dos costumes, mas na moralidade da escolha dos modos de construção dos edifícios.

Rekopis chopin.jpg Esta página é somente um esboço.
Ampliando-a você ajudará a melhorar o Wikilivros.

Valinhas, Mannuella Luz de Oliveira; Costa Lima Filho, Luiz de França. A ideia de História em Matias Aires. Rio de Janeiro, 2012. 221p. Tese de Doutorado — Departamento de História, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.