Guia do Linux/Iniciante+Intermediário/Manutenção do sistema/Verificando e marcando setores danificados em um HD

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Verificando e marcando setores danificados em um HD[editar | editar código-fonte]

Um dos sintomas de um disco rí­gido que contém setores danificados (bad blocks) é a mudança repentina do sistema de arquivos para o modo somente leitura, o aparecimento de diversas mensagens no syslog indicando falha de leitura do hd, uma pausa se segundos no sistema junto com o led de atividade de disco ligado. Se isto acontece com você, uma forma de solucionar este inconveniente é executar o teste na superfí­cie fí­sica do disco para procurar e marcar os blocos problemáticos como defeituosos.

Em alguns casos, os blocos defeituosos ocorrem isoladamente no disco rí­gido, não aumentando mais sua quantidade, entretanto, se o número de blocos danificados em seu disco está crescendo em um curto espaço de tempo, comece a pensar na troca do disco rí­gido por um outro. Existem empresas que recuperam HDs mas pelo valor cobrado por se tratar de um serviço delicado, só compensa caso você não tenha o backup e realmente precisa dos dados do disco.

Para fazer uma checagem de HD no sistema de arquivos ext2 ou ext3, proceda da seguinte forma:

  • Se possí­vel, faça um backup de todos os dados ou dos dados essenciais da partição será checada.
  • Inicie o sistema por um disquete de boot ou CD de recuperação. Este passo é útil pois em alguns casos, pode ocorrer a perda de interrupção do disco rí­gido e seu sistema ficar paralisado. Só o método de checar o HD usando um disquete de boot lhe fará agendar uma parada no sistema e notificar os usuários, evitando sérios problemas do que fazendo isto com um sistema em produção.
  • Execute o badblocks usando a opção -o para gravar os possí­veis blocos defeituosos encontrados para um arquivo: badblocks -v -o blocos-defeituosos.lista /dev/hd??.

Substitua o dispositivo /dev/hd?? pelo dispositivo que deseja verificar. A checagem do badblocks deverá ser feita para cada partição existente no disco rí­gido. O tempo de checagem dependerá da velocidade do disco rí­gido, velocidade do barramento, cabo de dados utilizado, velocidade de processamento e é claro, do estado do disco rí­gido (quantos setores defeituosos ele tem).

  • Após concluir o badblocks, veja se foram encontrados blocos defeituosos. Caso tenha encontrado, siga para o próximo passo.
  • Para marcar os blocos encontrados pelo badblocks como defeituosos, execute o comando: fsck.ext3 -l blocos-defeituosos.lista -f /dev/hd??.

Substitua o dispositivo, pelo dispositivo que verificou com o badblocks. O arquivo blocos-defeituosos.list contém a lista de blocos gerada pelo badblocks que serão marcados como defeituosos.

Para mais detalhes sobre as opções de checagem usada pelos programas, veja [#s-manut-badblocks badblocks, Seção 26.4] e [#s-manut-checagem-ext2 fsck.ext2, Seção 26.1.1].