Civilizações da Antiguidade/Civilização Egípcia: diferenças entre revisões

Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
m
Foram revertidas as edições de 2804:14C:8780:B6D5:F8E3:D768:68C5:9A48 (disc) para a última revisão de AlvaroMolina
[edição não verificada][edição verificada]
m (Foram revertidas as edições de 2804:14C:8780:B6D5:F8E3:D768:68C5:9A48 (disc) para a última revisão de AlvaroMolina)
Etiqueta: Reversão
= <center><font size="+2">'''''Civilização Egípcia''''' </font> =</center>
 
 
=== O antigo Egito é uma das civilizações mais conhecidas do mundo atual. ===
 
=== O antigo Egito é uma das civilizações mais conhecidas do mundo atual. ===
Talvez pelo espetacular achado da tumba intacta do faraó Tutancâmon, talvez pelas imponentes pirâmides, talvez por todas as lendas que se desenvolveram no imaginário popular.
 
 
[[Image:Tutankhamun_pendant.jpg|thumb|300px|right|Pendente da tumba do rei Tut]]
===''Clima e localização geográfica''===
 
A Civilização Egípcia se desenvolveu a nordeste do continente africano, ao longo do grande rio Nilo que nasce no lago Vitória (África oriental) e corta as terras do Egito até desaguar no mar Mediterrâneo.
O clima era quente e seco embora, menos do que hoje em dia. Dizem os estudiosos que entre 5500 e 2500 a.C. o Saara não era como hoje o conhecemos. Era uma região de clima temperado, com água abundante e coberto de vegetação.
 
===''Unificação''===
Nos tempos mais antigos, quem se estabeleceu às margens do rio Nilo foram tribos esparsas, satisfeitas por encontrar um local abençoado, onde não dependiam das chuvas porque havia um rio (que era visto como um deus) para fertilizar as terras e prover de água.<br>
Com o decorrer do tempo as tribos foram se organizando em Nomos. Já possuíam noções de aritmética, movimento das estrelas, usavam um calendário e escreviam em hieróglifos. Mas, as terras ainda eram divididas em alto e baixo Egito.
Quem juntou as duas terras do Egito sob um mesmo governo foi Menés ou Narmer. O nome é motivo ainda de discussões. O fato é que a partir dessa união de nomos sob o mesmo governo, começa a real história de um grande império e começa o reinado dos faraós, que eram os reis do país unido.
 
===''Divisões históricas''===
[[Image:Statue of Nenkheftka.jpg|thumb|150px|right|estátua de Nenkheftka, 6ª dinastia]]
Existem diversas maneiras de dividir a história do antigo Egito. Aqui vamos usar:
O país reunificado, temos nessa fase grandes faraós guerreiros, muitas campanhas militares, a retomada de territórios perdidos e novas conquistas.
 
O novo império deve ser mencionado, além de muitas outras coisas, pelo fato dos sepultamentos passarem a ser no Vale dos Reis, pelas artes, pelos templos e pela avançada medicina. Se formos nomear os faraós, essa é talvez a fase mais rica do Egito em grandes governantes, como Hatshepsut [[(Hatshepsua]]a rainha-faraó),[[Thutmose III]] o grande líder militar que expandiu as fronteiras, Ramsés II, [[Thutankamon]] (que na verdade não foi importante enquanto vivo mas que, depois de morto nos legou uma grande riqueza e saber). Além de todos o faraó Akhenaton, que rompeu com a religião estabelecida e construiu outra cidade para seu culto a Aton, o deus sol.
 
A decadência do novo império começou ainda no reinado de Ramsés II, as invasões dos povos do mar, a Guerra de Tróia com consequente movimentação de pessoas fugindo, a riqueza e poder dos sacerdotes, a corrupção e a fome, tudo isso levou à derrocada de uma das mais belas fases da história egípcia.
Daí em diante o Egito se torna província romana.
 
===''Faraós e dinastias''===
 
Na realidade os egípcios não chamavam o seu rei de faraó. A palavra faraó é a pronúncia dos hebreus para a palavra egípcia '''per-aa''' que significa '''Casa Grande'''.
Vamos datar a primeira dinastia de 3000 - 2650 a.C. até o último período mencionado que é o período greco-romano, vai de 332 a.C. - 642 d.C. Existem muitas discussões sobre as datas e os reis de cada dinastia mas vamos partir do princípio de que durante esse tempo, decorreram todos os períodos mencionados acima, sendo que algumas dinastias foram interrompidas por disputas internas ou invasões estrangeiras.
 
===''Religião e túmulos''===
 
Desde o início da ocupação do vale do Nilo, o povo já acreditava em deuses, que eram forças da natureza, assim como o próprio rio. Com o desenvolvimento da civilização, esses deuses foram tomando forma e se criou toda uma mitologia em torno deles.
As famosas pirâmides são conhecidas como túmulos embora isto não esteja provado.
 
===''Artes e ciências''===
 
Vamos começar pela arquitetura, que salta aos olhos por sua beleza e monumentalidade. Os egípcios foram construtores inigualáveis, basta olhar para a única maravilha do mundo antigo ainda de pé: as pirâmides de Giza. A grande esfinge, também é um monumento que inspira uma série de dúvidas e hipóteses.
Na medicina os egípcios deixaram diversos tratados e estudos que comprovam o avanço dos tratamentos, havendo até mesmo especialistas em algumas áreas.
 
===''Declínio''===
[[Image:Bookdead.jpg|thumb|300px|right|Livro dos mortos do escriba Ani.]]
Como vimos acima,o Egito sofreu diversos períodos conturbados, viveu sob povos invasores e mesmo assim conseguiu se reerguer algumas vezes.

Menu de navegação