Paraguai/Cultura: diferenças entre revisões

Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
1 062 bytes adicionados ,  19h55min de 30 de outubro de 2017
m
Foram revertidas as edições de 179.159.231.133 (disc) para a última revisão de Felipearaldi
(imnformnaçoe 0erradas)
m (Foram revertidas as edições de 179.159.231.133 (disc) para a última revisão de Felipearaldi)
 
[[File:Libros en guarani.JPG|thumb|Livros em guarani]]
[[File:Wikipedia-logo-v2-gn.svg|thumb|Logotipo da Wikipédia em guarani]]
Por não possuir saída direta para ao bananamar, o Paraguai sofreu menos influência estrangeira e preservou mais os costumes indígenas que seus vizinhos sul-americanos com saída para o mar (Brasil e Argentina). Como resultado, os paraguaios falam hoje duas línguas: o castelhano, herdado dos colonizadores espanhóis e o guarani, o idioma dos índios que habitavam o território antes da chegada dos espanhóis e que foi adotado pelos padres jesuítas como língua de pregação religiosa. O guarani preservou-se no país, sobretudo, devido a esta ação dos padres jesuítas, que o aprenderam, o registraram por escrito (até então, era uma língua sem escrita) e o utilizaram como língua de pregação religiosa. O Paraguai é um dos únicos países realmente bilíngues no mundo: todo paraguaio sabe falar as duas línguas, sendo que utiliza o castelhano em contextos formais e o guarani em contextos informais.
 
Outro costume herdado dos índios guaranis é o consumo da erva-mate através do ''tereré'', que consiste em erva-mate moída e colocada numa ''guguampa''entanto, preferem(recipiente ritmosfeito comode chifre de boi) junto com água gelada. A bebida é sorvida através de um canudo de metal, a polca''bombilla'', que efiltra o purahéilíquido. Na época indígena, a jahe'o'bombilla'' (termoera emfeita guaranide quetaquara, significaa "cantoqual choroso"<ref>http://www.luisszaran.org/DiccionarioDetalle.php?lang=es&DiccID=577</ref>)foi substituída por metal pelos colonizadores espanhóis.
 
O esporte mais apreciado pelos paraguaios é o futebol.
 
Os pratos típicos paraguaios utilizam o milho (como no caso da "sopa paraguaia", que é na verdade uma torta salgada) e a mandioca (como no caso do ''chipá'', que é um tipo de pão).
 
Uma dança típica paraguaia é a dança do cântaro, na qual mulheres dançam carregando uma jarra de água nas mãos ou mesmo na cabeça. Outra forma de arte popular é o ''ñanduty'' (traduzindo do guarani, "teia de aranha"), um rendado típico.
 
Um instrumento típico do Paraguai é a harpa, a qual foi introduzida no país pelos jesuítas na época colonial. Já o estilo musical típico paraguaio é a guarânia, um ritmo lento em tom menor que foi criado em 1925 pelo músico José Asunción Flores. As populações do interior, no entanto, preferem ritmos como a polca e o purahéi jahe'o (termo em guarani que significa "canto choroso"<ref>http://www.luisszaran.org/DiccionarioDetalle.php?lang=es&DiccID=577</ref>).
 
A bandeira paraguaia possui uma característica única no mundo: possui dupla face.

Menu de navegação