Judaísmo/Pessach: diferenças entre revisões

Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Sem alteração do tamanho ,  19 de junho de 2016
[revisão pendente][revisão pendente]
 
A festa de Pessach é antes de tudo uma festa familiar, onde nas primeiras duas noites (somente na primeira em Israel) é realizado um jantar especial chamado de Sêder de Pessach. Desta refeição somente devem participar judeus e gentios convertidos ao judaísmo. Neste sêder a história do Êxodo do Egito é narrada, e se faz as leituras das bençãos, das histórias da Hagadá, de parábolas e canções judaicas. Durante a refeição, come-se pão ázimo e ervas amargas, e utiliza-se roupa de sair para lembrar-se do "sair apressado da terra do Egito".
===Hagadá===
[[Image:Haggadah 14th15th cent.jpg|thumb|150px|Haggadah de Pessach, décimo-quarto século d.C.]]
'''Hagadá''' (do hebraico '''הגדה''', "narração") é o texto utilizado para os serviços da noite de Pessach, contendo a leitura da história da libertação do povo de Israel do Egito conforme é descrito no livro de Êxodo. Por celebrar esta libertação, Pessach é a mais importante das Festas Judaicas, e cada judeu tem por mandamento narrar às futuras gerações esta libertação. A Hagadá contêm a narrativa desta libertação, as orações, canções e provérbios judaicos que acompanham esta festividade.
 
1 873

edições

Menu de navegação