JavaFx: diferenças entre revisões

Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
35 bytes adicionados ,  12 de julho de 2013
[edição não verificada][edição não verificada]
A Oracle criou um método de trabalho que revolucionou as regras para criação de telas utilizando a linguagem FXML. Uma a API ('''Scene Builder''') cria o layout e grava em arquivos interpretados pelo ''JavaFX''. Uma técnica simples, rápida e elegante para desenvolver aplicativos sem carregar o código principal da aplicação.
 
Desenvolvedores sabem que ''design'' gráfico, programação e banco de dados são habilidades distintas. ''Designers'' gráficos focam na interação humana com a aplicação e seu objetivo maior é manter o interesse humano e tornar o sistema mais intuitivo usando técnicas audiovisual. Os desenvolvedores estão tipicamente preocupados em implementar lógica de negócio e interagir com os servidores ''back-end'' usando conceitos de Programação Orientada a Objetos. Por outro lado os Data Bank Administrator (BDA[http://pt.wikipedia.org/wiki/DBA DBA]) estão com o foco na linguagem para estrutura de armazenamento dos dados seguindo conceitos como consultas, relacionamentos, transação e replicação. É uma espécie rara os que possuem as três habilidades. O nosso objetivo é construir ligação entre este segmentos produtivo. O ''designer'' gráfico se aprofunde no visual do empreendimento o ''desenvolvedor'' implemente as regras do negócio enquanto o ''DBA'' se preocupe com o método de armazenamento.
 
Para entendermos ''JavaFX'' com maior facilidade vamos imaginar um ambiente de desenvolvimento corporativo, pois, o conceito de erro passa a ter o significado de perda de tempo e prejuízos mas que a regra é evita-los. Para isto a empresa cria mecanismos e conceitos como ''equipe de trabalho, organização, qualidade, produtividade e disciplina'' e a experiência cria as normas e regras a serem cumpridas.

Menu de navegação