A Cidade do Rio de Janeiro no Século XVII/A Cidade Desce o Morro: diferenças entre revisões

Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Adicionei informação.
[edição não verificada][edição não verificada]
m (Não é mais preciso inserir a navegação manualmente, basta manter a lista de capítulos do livro atualizada. Ver detalhes.)
(Adicionei informação.)
 
No início do século dezessete, a cidade do Rio de Janeiro começou a descer o morro do Castelo, no qual havia se instalado no século anterior e começou a ocupar a várzea que ficava localizada entre quatro grandes morros: o morro do Castelo, o morro de Santo Antônio, o morro de São Bento e o morro da Conceição.
[[File:Rio-Masse1713.jpg|center|700px|thumb|Mapa do Rio de Janeiro, delimitado pelos quatro morros]]
[[File:Igreja de Nossa Senhora do Bonsucesso, entrada enfeitada para um casamento.jpg|center|400px|thumb|Fachada da igreja de Nossa Senhora do Bonsucesso]]
[[File:Interior da Igreja de Nossa Senhora do Bonsucesso, visto do coro alto (6).jpg|center|400px|thumb|Interior da igreja da Nossa Senhora do Bonsucesso]]
Em 1638, passou pela cidade o padre jesuíta peruano ''Antonio Ruiz de Montoya'' em sua viagem até a Europa, procedente das missões jesuíticas do Paraguai. ''Montoya'' iria se queixar perante as autoridades europeias sobre os ataques dos bandeirantes paulistas às missões jesuítas no interior do continente. ''Montoya'' se notabilizou por ter escrito a primeira gramática da língua guarani, o ''Tesoro de la lengua guaraní'', que viria a ser publicada no ano seguinte, em Madri.
Em 1639, o temor novamente de um ataque holandês levou à reforma da fortaleza na ilha das Cobras, que passou a se chamar fortaleza de Santa Margarida da ilha das Cobras, em homenagem à vice-rainha de Portugal, Margarida de Saboia.
 
Em 1639, o temor novamente de um ataque holandêsneerlandês levou à reforma da fortaleza na ilha das Cobras, que passou a se chamar fortaleza de Santa Margarida da ilha das Cobras, em homenagem à vice-rainha de Portugal, Margarida de Saboia.
 
Em 1641, João de Souza Pereira Botafogo foi morar na enseada de Francisco Velho, que havia sido batizada em homenagem a um companheiro do fundador da cidade Estácio de Sá. A partir de então, a enseada passou a chamar-se enseada de Botafogo<ref> http://www.solardebotafogo.com.br/index.htm</ref>. No mesmo ano, a cidade comemorou a coroação de D. João V como rei de Portugal com a encenação de uma peça no largo do paço<ref>http://www.pedagogiaemfoco.pro.br/hrsxvii.htm</ref>.
2 144

edições

Menu de navegação