Logística/Gestão de armazéns/Princípios da armazenagem: diferenças entre revisões

Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Correcção - remoção do tópico "Popularidade"
(Actualização (ligações wikipedia) e Correcção de erros)
(Correcção - remoção do tópico "Popularidade")
{{Nav2|'''[[Logística/Gestão de armazéns|Gestão de armazéns]]'''|[[../Recepção e expedição|Recepção e expedição]]|[[../Necessidades de espaço|Necessidades de espaço]]}}
 
 
'''Popularidade''' – Evocando o economista Pareto que afirmou «…85% da riqueza do mundo está na posse de 15% das pessoas...» podemos alargar e fazer uma identificação desta análise com o armazenamento de produtos. Ao termos um [[w:armazém|armazém]] comum, sem uma especificidade de produto que é armazenado podemos concluir sem ser incorrecto que, 85% as movimentações registadas nesse mesmo armazém correspondem a 20% dos produtos, 10% das movimentações correspondem a 30% dos produtos e os restantes 5% das movimentações correspondem a 55% dos produtos. Com esta avaliação podemos concluir e generalizar que uma grande parte dos armazéns têm um número reduzido de itens muito activos, um número ligeiramente maior de itens moderadamente activos e um valor altíssimo de itens raramente activos. Agregado à filosofia do [[w:Configuração de instalação|''layout'']] do armazém, a nível de popularidade pode considerar-se que o [[w:Planejamento|planeamento]] do mesmo é feito tendo em consideração um número relativamente pequeno de itens altamente activos. A mesma filosofia de popularidade diz também que os produtos cujo grau de movimentação é maior, devem estar inseridos numa área cujo o espaço, permita o manuseamento dos mesmos de forma mais eficiente, podendo assim afirmar-se que os produtos com maior rotatividade deverão estar num local o mais próximo possível do local de utilização. Esta filosofia sugere também que a popularidade dos itens ajuda a determinar o método de armazenamento a ser utilizado, sendo que os produtos com maior utilização devem ser colocados de modo a que o uso do espaço seja maximizado ([[Logística/Referências#refbTOMPKINSY|Tompkins et al., 1998, p. 250]]).
 
 
95

edições

Menu de navegação