Logística/Gestão de armazéns/Operação de um armazém/Funções de um armazém: diferenças entre revisões

Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Correcção
(Actualização)
(Correcção)
{{Nav2|'''[[Logística/Gestão de armazéns/Operação de um armazém|Operação de um armazém]]'''|[[../Missões de um armazém|Missões de um armazém]]|[[../Fluxos num armazém|Fluxos num armazém]]}}
 
Citando Heskett, Ivie e Glaskowsky: “'«''…Assim como o controlo de [[w:estoque|''stocks'']] é a parte vital da função logística, o [[w:armazém|armazém]] é o centro real do sistema logístico de qualquer empresa…'''”».
 
Os armazéns são locais de armazenamento e escoamento de produtos, tendo como principal função o processamento, a gestão de produtos, os stocks e o encaminhamento dos respectivos produtos para as entidades que os solicitam, dando-se com isto um percurso devidamente identificado entre a [[w:Recepção (armazém)|recepção]] dos produtos até ao seu escoamento.
Para que seja possível chegar ao seu termo, existem diversos percursos pelos quais os produtos têm de seguir. O processamento dos produtos tem dentro das funções de um armazém uma lógica definida e equilibrada. Retratando essa evolução num espaço físico de um armazém conseguimos perceber todo o percurso assim como a sua lógica e sequências com as suas funções especificas:
 
*Recepcionar os produtos. Os produtos chegam a um armazém por diversos meios, a partir do momento em que entram, o armazém torna-se o “fiel«fiel depositário”depositário» , tendo como função principal o responsabilizar-se por todo o material.
*Ao entrarem os produtos tem de ser registados, nesse registo deve-se identificar com o número de registo de entrada, marcação por meio de um código, ou qualquer outro processo considerado adequado.
*No espaço de [[w:Armazenagem|armazenagem]] existem áreas específicas para os diversos produtos, o que permite uma localização e uma armazenagem mais criteriosa.
95

edições

Menu de navegação