Utilizador:RMBeatriz/Testes: diferenças entre revisões

Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
4 620 bytes adicionados ,  9 de março de 2010
 
'''Em testes...'''
 
No que se refere à escolha alimentar, torna-se importante estudar a [[w:qualidade|qualidade]] do ponto de vista do [[w:consumidor|consumidor]]. Isto porque é o [[w:consumidor|consumidor]] que decide "Quando", "Onde", "Como" e "O Que" comprar ou não comprar, comer ou não comer.
 
As relações entre as características de um produto, os motivos de compra e os atributos evidenciados, experimentados e acreditados da qualidade são factores que motivam o consumidor a adquirir um bem alimentar.
 
*São atributos evidenciados aqueles onde a [[w:qualidade|qualidade]] pode ser avaliada pelo consumidor no momento e no local de compra, como por exemplo a marca, preço, embalagem e rotulagem. Os atributos experimentados, como o próprio nome sugere, são aqueles que são avaliados após a compra do produto, ou seja, aquando da sua utilização. Por outro lado, nos atributos acreditados o consumidor não tem a capacidade de avaliar por si o produto, vai basear-se na opinião de terceiros.
 
Existe um aumento da importância da dimensão acreditada relativamente á dimensão evidenciada e experimentada, sendo que a percepção da [[w:qualidade|qualidade]] torna-se essencialmente uma questão de comunicação. A Rastreabilidade pode constituir uma forma de diferenciar atributos acreditados. A credibilidade e a motivação e habilidade do receptor para processar [[w:informação|informação]] são os principais determinantes de uma comunicação persuasiva:
 
 
'''Credibilidade'''
 
Torna-se complicado e problemático comercializar bens alimentares baseados na dimensão acreditada, pelo que exige a concepção de meios para aumentar a credibilidade, nomeadamente um sistema de rastreabilidade eficaz.
Muitos dos atributos considerados, nomeadamente os biológicos e "free-range", são essencialmente acreditados podendo ser vistos com algum [[w:cepticismo|cepticismo]], daí os consumidores exigirem rastreabilidade nestes casos.
 
----
 
No [[seio]] da cadeia é importante existir rastreabilidade de forma a garantir que os atributos acreditados referidos no [[rótulo]] são de facto reais (credibilizar [[informação]] dos rótulos).
Esta credibilidade é influenciada pelo comportamento de toda a cadeia ao longo da qual o produto flui. Só existirá protecção dos riscos potenciais se todos os agentes da cadeia funcionarem de forma [[íntegra]], ou seja, se existir um "continuum", que só é possível com a total cooperação e empenhamento de todas as partes.
 
Uma vez que se acredita que a informação é [[credível]], esta torna-se mais útil e alvo de maior procura, no entanto, fornecer mais [[informação]] pode levar a um aumento da [[probabilidade]] de uso indevido ou interpretação errada.
 
'''Vantagens da Rastreabilidade'''
 
As vantagens são potenciais benefícios para:
*Consumidores;
*Sector Privado;
*Sector Público.
 
'''Consumidores:'''
Obtém essencialmente benefícios não visíveis, contribuindo para uma maior segurança alimentar por via de uma eficaz retirada de produtos do [[mercado]] em caso de uma situação de risco. Permite ainda que se evitem alimentos ou ingredientes específicos (razões de [[alergia]], intolerância ou estilos de vida), ou seja, acesso a [[informação]] precisa e que se faça uma escolha real ou que se exerça um processo de escolha quando perante produtos produzidos de diferentes formas.
 
'''Sector Privado:'''
O sector privado tem aspectos benéficos, dos quais:
*Diagnóstico de problemas na [[produção]] e imputação de [[responsabilidade]];
*Cumprimento da [[legislação]] relevante pois permite acesso à informação sobre produtos, processos associados e ingredientes;<br>
 
Dentro dos custos da não [[qualidade]]:
*[[Aptidão]] para agir imediatamente quando perante a necessidade de retirar produtos dos pontos de venda e proteger a [[reputação]] da [[marca]];
*Minimização dos custos associados a uma retirada de produto do [[mercado]].
*Criação de produtos diferenciados;
*Preservação da identidade de produtos;
 
'''Custos da Rastreabilidade'''
 
Os custos incorridos por cada agente são difíceis de estimar, contudo pode-se afirmar que:
*Os custos recaem sobre todos os agentes da cadeia alimentar mas de uma forma desproporcional dependendo do poder de [[mercado]] relativo (o que reflecte a capacidade de transferir custos).
*A [[magnitude]] destes valores varia significativamente entre sectores e entre agentes dependendo do tipo de [[tecnologia]] usada, da quantidade de [[informação]] envolvida e da complexidade da cadeia alimentar. <span id=refbFONTES2004> [[#refFONTES2004|(FONTES, 2004)]]</span>
 
===R-Rastreabilidade e Tecnologias da Informação===
277

edições

Menu de navegação