Medicina geral e familiar/Medicina baseada na evidência: diferenças entre revisões

Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
[edição não verificada][edição não verificada]
==Efectividade das intervenções==
 
'''Risco Absoluto''' é a probabilidade de ocorrência de um evento adverso. Á diferença de Riscos Absolutos (RA) chama-se Diferença de Riscos (DR) ou Risco Atribuível.
 
'''Risco Relativo''' é a razão entre os riscos absolutos dos indivíduos expostos e dos não expostos ao factor estudado. É sempre um valor positivo (pode ir de zero ao infinito); se fôr igual a 1 significa que ambas as intervenções avaliadas possuem eficácia semelhante. No caso de avaliação de intervenções terapêuticas, quanto maior do que 1 fôr o RR, maior é a eficácia de intervenção que A que B (RR=4 significaria que a intervenção A é quatro vezes mais eficaz que a intevenção B). No caso de avaliação de intervenções preventivas, quanto menor do que 1 fôr o RR, mais eficaz na prevenção da doença é a intervenção A do que a B (RR=0,25 significaria que a intervenção A reduz o risco de doença quatro vezes mais que a intevenção B). O valor absoluto isolado do RR é uma estimativa pontual pelo que deverão sempre ser calculados os seus intervalos de confiança de 95%, ou se possível, de 99%.
'''Risco Relativo''' é a razão entre os riscos absolutos dos indivíduos expostos e dos não expostos ao factor estudado.
 
'''Redução de Risco Relativo''' é a redução proporcional dos eventos evitados pela não exposição ao factor em estudo (o factor em estudo pode ser um factor de risco ou uma intervenção terapêutica, alterando a ordem da equação)
'''Redução de Risco Absoluta''' é a redução absoluta do risco obtida pela (não) exposição ao factor em estudo (o factor em estudo pode ser um factor de risco ou uma intervenção terapêutica, alterando a ordem da equação)
 
'''Número necessário a tratar''' (NNT) é o número de indivíduos que é necessário tratar para obter uma resposta positiva à terapêutica ou para evitar 1 evento adverso. É igual a: 1/DR.
 
'''Número necessário para causar dano''' (NNH) é o número de indivíduos que é necessário tratar para que um deles sofra um efeito adverso ou complicação da terapêutica
Utilizador anónimo

Menu de navegação