Budismo/História do Budismo: diferenças entre revisões

Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
sem resumo de edição
[edição não verificada][edição não verificada]
Sem resumo de edição
Sem resumo de edição
 
Nos países em que o Budismo sobreviveu, ele sofreu influências das religiões nativas. Por exemplo, no Tibete, ele se fundiu à religião Bon nativa, originando a versão tibetana do Budismo, também chamada Lamaísmo. Na China, o Budismo foi influenciado pelo culto taoísta da natureza, originando a seita Ch´an, que recebeu na Coréia o nome Sun, e no Japão, o nome Zen. Esta escola budista originou importantes elementos da tradicional cultura oriental, como o ikebana, o bonsai, a pintura sumi-e e artes marciais como o kung-fu, o karatê, o judô, o kendô, o Iai-dô, o Aikidô e o tae-kwon-dô, assim como a figura dos samurais.
[[File:Seattle Pride 1995 - 7 Star Women's Kung Fu 02A.jpg|center|300px|thumb|Americanas praticando kung-fu]]
 
O Budismo somente conseguiu penetrar no ocidente por volta do século XIX, através do interesse dos intelectuais europeus pela cultura oriental. Das vertentes do Budismo, foi o Zen que penetrou primeiro, através de escritores japoneses como D. T. Suzuki e Taisen Deshimaru.
Utilizador anónimo

Menu de navegação