Diferenças entre edições de "Civilização Egípcia/Antigo império/Dinastias do Antigo Império 3 e 4"

Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Muitas estátuas do faraó foram descobertas e recuperadas de sua pirâmide, inclusive cabeças, sendo que uma delas possivelmente pertenceria à primeira criação de uma esfinge. Se essas estátuas seguem o modelo, Djedefre se parecia bastante com seu meio-irmão mais novo, Khafre (Quefrén).
 
'''*Khafre (Hórus cujo coração é forte)'''
------------
 
*Mâneton o chama Suphis II , Sophis II
*Lista de reis - khafre
*Ele se tornou conhecido entre nós como Quefrén, seu nome grego
 
[[Image:Khafra - Quefrén.jpg|thumb|100px|rightleft|Quefrénestátua feito emde alabastro de Quefrén]]
'''Khafre''' – conhecido como ''Quefrén'', seu nome de nascimento era Khafre, que significa '''Aparece como Ra.''' <br>
Não se sabe porque Quefrén subiu ao trono ao invés de algum dos filhos do faraó anterior, Djedefre. Talvez eles não tivessem sobrevivido ao pai, que também reinou por pouco tempo e era meio irmão de Quefrén. Há suspeitas de assassinatos e tomada de poder mas, isso tudo não passa de especulação, não há provas. <br>
[[Image:Khafra - Quefrén.jpg|thumb|100px|right|Quefrén feito em alabastro]]
Este faraó é mais conhecido como o construtor da segunda maior pirâmide em Gizé e da grande esfinge. Na verdade, sua pirâmide parece maior do que a de Queóps mas é apenas porque ela foi construída no terreno mais alto. Todo o complexo mortuário está relativamente bem preservado dando uma boa idéia de como era belo e majestoso.<br>
Provavelmente ele era o filho mais novo de Khufu com sua esposa Henutsen, de modo que foi preciso esperar o reinado de seu irmão mais velho Djedefre terminar, antes de poder subir ao trono. Como sempre, há dúvidas sobre isso.<br>
A esfinge é uma história diferente, porque há diversas teses a respeito e nenhuma confirmação. Alguns dizem que a cabeça é a cópia da cabeça do faraó Quefrén, mas acham que pode ter sido esculpida mais tarde pois é menor do que o corpo. Outros acreditam que a esfinge já estava naquele local há muitos milênios, mesmo antes da civilização egípcia surgir. Tudo isso é mera especulação porque nada se pode provar. <br>
O fato é que Quefrén prosseguiu a promoção do culto de Ra, usando o título '''O filho do Sol''', e incorporando o nome do deus ao seu nome. <br>
O faraó Quefrén provavelmente era o filho mais novo de Queóps (Khufu) com sua esposa Henutsen,
Pelas mastabas deixadas pelos nobres em seu reinado, se observa que o Egito deveria ser bastante próspero enquanto ele governou. <br>
Quefrén casou com Hetepheres III, neta de Queóps, certamente para confirmar sua subida ao trono.
Foi uma fase próspera para o Egito, poucas campanhas militares, a arte e a cultura florescendo, belos exemplos de arquitetura nas tumbas. Foram encontrados objetos do reinado de Quefrén em Biblos, ao norte de Beirute, como também em ''Tell Mardikh'' na Síria, portanto se presume movimentos de comércio ou diplomáticos. <br>
Quefrén deixou poucas inscrições e um dos maiores tesouros do antigo Egito, que é o complexo de pirâmides que construiu em Gizé. Alguns estudiosos acreditam que ele também foi o responsável pela construção da Grande Esfinge, que teria o rosto do faraó. <br>
O culto a Ra se tornou cada vez mais forte, Quefrén manteve o nome Filho de Ra, que começou com seu pai e irá prosseguir por outro milênio. <br>
Seu reinado foi como o de seu pai, com grande prosperidade e quase nenhum distúrbio externo. O poder central foi mantido e o progresso prosseguiu em todos os setores.
Ao contrário de Queóps, existem inúmeras estátuas de Quefrén sendo que uma das mais famosas e das mais belas estátuas já encontradas no Egito, é aquela que mostra Quefrén sentado, com o falcão Hórus abraçando a cabeça do faraó com as asas abertas e está no Museu do Cairo. <br>
 
------------
 
'''Menkaure''' – conhecido como ''Miquerinos'' e chamado '''Miquerinos é Divino'''. Provavelmente o nome de nascimento deste faraó significa '''Eterno como as Almas de Ra'''. <br>
Ele sucedeu a seu pai Quefrén e possivelmente sua mãe foi Khameremebty I. <br> Casou-se com quatro esposas, incluindo sua irmã mais velha Khameremebty II. Teve dois filhos ao que sabemos, ''Khuenre'', o mais velho que morreu antes do pai e foi sepultado numa tumba de pedras ao sul da pirâmide de Miquerinos, e ''Shepsekaft'', que foi seu sucessor. Também teve uma filha chamada ''Khentkawes''. <br>
[[Image:Menkaura.jpg|thumb|200px150px|left|Miquerinos]]
Objetos foram encontrados em Biblos ao norte de Beirute com data do reinado de Miquerinos, o que indica atividades diplomáticas ou comerciais. <br>
Heródoto confirma a lenda que diz que o reinado de Miquerinos foi benevolente e próspero. Ele diz que, de todos os reis do Egito foi Miquerinos quem teve a reputação de ser mais justo, e que os egípcios erguiam mais preces a ele do que a qualquer outro rei. <br>
2 908

edições

Menu de navegação