Inglês/Gramática/Verbos/Passado simples

Origem: Wikilivros, livros abertos por um mundo aberto.
< Inglês‎ | Gramática‎ | Verbos
Ir para: navegação, pesquisa

O passado simples (past simple ou simple past) é o tempo equivalente ao pretérito perfeito do indicativo, indicando uma ação já concluída. A diferença entre o "Present Perfect" e o "Simple Past" é que o primeiro não define quando o fato ocorreu enquanto o segundo já demonstra isso.

A maioria dos verbos em inglês é dividida entre verbos regulares (regular verbs) e verbos irregulares (irregular verbs). Os irregulares são os verbos que não são conjugados da mesma maneira que os regulares e para os quais não existe uma regra geral; para cada verbo irregular há uma regra.

Passado dos verbos regulares[editar | editar código-fonte]

Os verbos regulares recebem o acréscimo de -ed ao infinitivo para formar o passado simples (simple past) e o particípio passado (past participle). Em alguns verbos, é necessário seguir algumas regras antes de acrescentar o sufixo -ed, de acordo com a terminação do verbo (infinitivo):

  • Verbos terminados em E: acrescente apenas -d.
Exemplo: to free → freed
  • vogal + y: acrescente -ed.
Exemplo: to play → played
  • consoante + y: elimine o Y e acrescente -ied.
Exemplo: to dry → dried
  • consoante + vogal tônica + consoante: repita a consoante final e acrescente -ed.
Exemplo: to plan → planned

Nos demais verbos, permanece a regra de simplesmente acrescentar o sufixo -ed.

Passado dos verbos irregulares[editar | editar código-fonte]

Nos verbos irregulares, não há nenhum tipo de regra que estabeleça como será formado o passado. É necessário decorar o passado de cada verbo irregular. Alguns exemplos:

  • to be → was (1ª e 3ª pessoas do singular), were (plural e 2ª pessoa do singular)
  • to have → had
  • to do → did
  • to eat → ate
  • to go → went
  • to come → came
  • give → gave → given → dar

Estruturas das frases no passado simples[editar | editar código-fonte]

Afirmativa[editar | editar código-fonte]

Sujeito + verbo no passado + complemento

Exemplo:

I stopped here yesterday. (stop)
Eu parei aqui ontem.

Negativa[editar | editar código-fonte]

Sujeito + did not (didn't) + verbo no infinitivo (sem o to)[1]

Exemplos:

I did not stop here yesterday.
Eu não parei aqui ontem.
This table was not here yesterday.
Esta mesa não estava aqui ontem.
Note que o verbo to be não precisou do auxiliar did para formar o passado simples. Isso ocorrerá também nas formas interrogativas a seguir.

Interrogativa[editar | editar código-fonte]

Did + sujeito + verbo no infinitivo + ?[1]

Pronome interrogativo + did + sujeito + verbo no infinitivo + ?

Exemplos:

Did I stop here yesterday?
Eu parei aqui ontem?
Was he a painter five years ago?
Ele era pintor cinco anos atrás?
What did she buy at the mall?
O que ela comprou no shopping?

Interrogativo-negativa[editar | editar código-fonte]

Did + sujeito + not + verbo no infinitivo + ?

Exemplos:

Did I not stop here yesterday?
Eu não parei aqui ontem?
Wasn't he supposed to do his homework?
Ele não deveria fazer sua lição de casa?
Observação: Nas formas interrogativa, negativa e interrogativo-negativa, usa-se o auxiliar did, que é o passado de do/does, e o verbo principal fica no infinitivo, sempre sem o "to" (bare infinitive).

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Notas[editar | editar código-fonte]

  1. 1,0 1,1 Pereira (2007), p. 58

Bibliografia[editar | editar código-fonte]